WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Itororó

EM INFORME À POPULAÇÃO, WILDEBERG ALERTA PARA QUE NÃO CONFUNDAM TRABALHADORES COM OS VERDADEIROS RESPONSÁVEIS

Wildeberg Rodrigues

Boa noite, publiquei um texto falando da minha indignação com o que estava acontecendo e algumas pessoas entenderam como uma crítica ao setor de coleta de entulhos e detritos, em momento algum eu desfiz desses trabalhadores que sempre prestaram um excelente serviço à comunidade; minha queixa, naquele momento é pq tinha um grupo que passou fotografando as casas comerciais, passou junto ao lixo, com um odor horrível, e não se prestou a entrar em contato com quem faz a coleta, era manhã ainda, duas filas imensas, uma na lotérica e outra do BB e o fedor ardia.

Outra coisa, algumas pessoas confundem o que é queixa de cidadão com cargo comissionado em outro município, não sabendo que fiz o mesmo questionamento ao Secretário de saúde de Itapetinga no dia que estive lá e encontrei parte do comércio aberto e outros fechados, a propósito, alguns pontuaram que eu fiz pq não tenho comércio em Itapetinga,  um engano, lá atuo em duas clínicas que estão fechadas desde o início de março, são funcionários, aluguéis, impostos, água e energia que pagamos, aqui são oito pais e mães de família que tiram seu sustento de nossa loja, são colaboradores que estão conosco há mais de uma década, alguns há mais de vinte anos. Nossa preocupação é mantê-los, vivos e com a dignidade dos salários em dia. Fomos uma das primeiras lojas a fechar e uma das últimas a abrir parcialmente sua porta para receber o pagamento das pessoas que foram honrar seus compromissos.

Ser comissionado e ter de bater continência para qualquer decreto é fácil, difícil é manter famílias.

Seria de bom alvitre a Comissão de Crise receber os comerciantes, escutar o que nós temos para propor, aí sim, as decisões seriam tomadas em conjunto. O que é acordado não é caro.

3 Comentários

  1. Corretíssima a indignação de Wildberg, sem viés partidário, sem bajulação, sem medo, fez o que deveria ser feito, por mais, quiçá todos os comerciantes do município de Itororó.
    Mesmo porque, o que vemos em Itororó, na Bahia e no Brasil inteiro é uma podre politicagem, (se não fosse, não teria havido carnaval, uma vez que esse vírus já era do conhecimento das autoridades maiores das capitais), para prejudicar, quebrar o comércio e a vida econômica de nosso Brasil, seu povo trabalhador, e o governo federal; assim, deixar fechado um comércio, parcial, mormente aquele que menos afetará, se afetar, fregueses com o corona vírus, deixando outro tipo de comércio que ajunta por sua natureza muito mais pessoas.
    O que temos aqui nada mais é que, falta de bom senso, pra deixar barato.
    Eu só quero ver se perdurar por muito mais tempo, esse estúpido fechamento, quem vai pagar a conta dos comerciantes e o salário dos funcionários, já que, sem girar a roda da economia não entra recursos para quitar as despesas, salários dos empregados. Eu gostaria de lembrar que o artigo 486 da CLT, responsabiliza os gestores por prejuízos causados pelos mesmos, a terceiros..

  2. Me parece que as pancadas nas costas doeram na alma, um passarinho me contou que o saruê deu uma unhada nas costas do psicólogo por conta do chilique em que deu em Itororó.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar