BOMBA CONTRA A POPULAÇÃO: VEREADORES DE ITORORÓ SE REÚNEM NA CÂMARA PARA VOTAR LEI QUE FAVORECE A ELES, AO PREFEITO, VICE E OS SECRETÁRIOS.

 

Milton Marinho

 

Após decisão do STF, TCM da BA normatiza 13º salário para prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais, os vereadores de Itororó se reúnem na Câmara no dia de hoje para apertarem o presidente em busca para votação de projeto deste benefício. Foi o que fizeram os vereadores em reunião fechada para que nada fosse revelado à população.

Com a prefeitura de Itororó passando um perrengue danado, e tendo a frente do município um governo que encurrala os cidadãos imputando tributos, mesmo que amparados pela decisão do STF, tanto o presidente Jônatas como Valfrido entendem que a solicitação é lícita, mas que não convém.

Dos sete vereadores que compareceram a reunião, apesar de todos terem sido avisados, somente Jônatas e Valfrido se opuseram a validação da lei para Itororó. Faltaram os vereadores Có, Liana, Clecione e Andrea.

Diante do que já ganha um vereador perante a maioria do trabalhador brasileiro que só ganha um salário mínimo. Como a maioria dos prefeitos anda dizendo que as prefeituras não têm recursos para cuidar da cidade, a decisão do STF, caminha na contramão da realidade dos municípios brasileiros. 

O controverso assunto da ultra fechada reunião da manhã de hoje está dividindo opiniões entre os vereadores sobre a decisão de que a Câmara deva fazer tal pagamento.

É bom a população ficar de olho, pois o projeto será lido na próxima terça-feira e votado ainda, antes do final do mês.

 

Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) normatiou o pagamento do 13° salário para prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais. A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico na sexta-feira retrazada (17). De acordo com o TCM, a normatização segue a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 24 de agosto. O relator foi o ministro Luís Roberto Barroso.

Até então, o entendimento do TCM da Bahia seguia orientação do ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), José Arnaldo da Fonseca, registrado em processo julgado em 2005 que, ao analisar a questão, chegou à conclusão de que “o constituinte federal não incluiu, dentre os que devem receber o décimo terceiro salário, os agentes políticos – o que os impede de auferirem tal vantagem”, apontou na decisão.

Com a nova jurisprudência do STF, os agentes políticos municipais vão receber décimo terceiro e férias, fora os benefícios que já recebem por conta do cargo que ocupam. Contudo, o Tribunal de Contas dos Municípios alerta para o cuidado no cumprimento da lei de responsabilidade fiscal com relação à folha de pagamento que é de 54% para as prefeituras e 70% paras Câmaras de Vereadores.

Segundo o presidente da União dos Prefeitos da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, disse que apesar da determinação, a maior parte das prefeituras não têm condições financeiras de pagar o 13°.

“Se há essa determinação do Supremo, e se há essa determinação, normatização do TCM, nós os prefeitos na sua maioria, não iremos acatar. Porque a maioria dos prefeitos não vai pagar isso. Não temos condições nem de pagar o [13º] dos servidores, quanto mais o nosso”, disse Ribeiro.

Na Câmara de Vereadores de Salvador a decisão divide opiniões. A decisão é mais polêmica porque mais de 400 prefeitos da Bahia foram a Brasília nesta terça-feira (21) para pedir ajuda financeira ao Governo Federal. Eles alegam que com a crise, não têm recursos suficiente para pagar nem o décimo terceiro dos servidores municipais.

 


| 19 comentários em BOMBA CONTRA A POPULAÇÃO: VEREADORES DE ITORORÓ SE REÚNEM NA CÂMARA PARA VOTAR LEI QUE FAVORECE A ELES, AO PREFEITO, VICE E OS SECRETÁRIOS.


MIRO MARQUES: É HOJE, DIA 1º /12/2017, 22º ANIVERSÁRIO DA ITAPUY FM!

 

 RÁDIO ITAPUY    /   MIRO MARQUES      /     CARLOS MACIEL

 

Para se falar, efetivamente, da história do rádio no Brasil, mesmo depois de todo esse glamour da TV e suas magias em deslumbrantes cores, é preciso se fazer um belo voo, ocupando espaço nas macias asas do pensamento, com os cintos devidamente afivelados, numa guinada de 360 graus, de volta ao passado, até nos situarmos naquele histórico 7 de Setembro de 1922, acompanhando as comemorações do Centésimo Aniversário da Independência do Brasil, quando o então presidente da República Federativa do Brasil, Epitácio Pessoa, desejando alcançar maior número de brasileiros para ouvir a sua mensagem, foi aconselhado pelo médico Edgar Roquett Pinto, estudioso da matéria, a utilizar-se de um aparelho de rádio transmissor que a Escola Politécnica do Rio de Janeiro havia recebido de presente de Pekan, de Bueno Aires, cuja novidade, se associada a alguns receptores de rádio como se fossem cornetas de alto falantes, distribuídos por locais estratégicos, poderiam atingir o escopo almejado por sua Excelência. Permissão concedida, o Dr. Roquett Pinto se encarregou de instalar o diferente aparelho com seus componentes pertinentes e por ai a coisa funcionaria conforme o pensamento do Senhor Presidente da República. Estava ali, patenteada, a primeira transmissão radiofônica, e, evidentemente, criada a primeira emissora de rádio do Brasil que ganharia o nome de PRA-2 Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. No ano seguinte surgiram mais três emissoras de rádio no Brasil: Em Salvador a PRA-4, Rádio Sociedade da Bahia que teve como diretor, o radialista Mota Neto; Em São Paulo surgia a Rádio Educadora de São Paulo e em Recife a Rádio Clube de Pernambuco. A partir desse ponto, foram muitas instalações de emissoras de radio espalhadas por todo o Brasil, inclusive Roquett Pinto instalou a sua própria rádio em 1923 que teve por denominação: Rádio Roquett Pinto do Rio de Janeiro. Muitos atribui a Rádio Roquett Pinto ser a primeira emissora de rádio do Brasil, mas na verdade ela foi a segunda, pois foi inaugurada em 1923, deixando o feito histórico com a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro datada de 07 09 1922…

Em Itororó a história do Rádio vai começar com a chegada da Rádio Itapuy FM de Itororó, 105,3 que foi ao ar em caráter experimental, ás 6 horas da tarde de 15 de outubro de 1995 e inaugurada, oficialmente, em 1º de dezembro de 1995. Logo se conclui que a Emissora do Vale do Colônia, como ficou conhecida, comemorará hoje, 1º de dezembro de 2017,  22 anos de atividades radiofônicas.

Nesta oportunidade, o radialista Miro Marques, locutor mestre de cerimônia daquela data histórica, ainda em atividade, entrevista o primeiro diretor de programação da Emissora, Carlos Maciel:

 

Miro Marques,

Meu caro e meu nobre Carlos Maciel, você que foi o primeiro diretor de programação da Itapuy FM, o que acha dessa Emissora, 22 anos depois?

Carlos Maciel: iniciei minha trajetória profissional em Itororó, através de convite feito pelo dr. Djalma Figueiredo. Ele, juntamente com Beto Cardoso, numa sexta-feira, 29 de setembro de 1995, foram recebidos em minha casa em Itororó, com a proposta de que eu criasse uma programação para uma emissora que viria a ser inaugurada em Itororó. Eu que já tinha certa experiência nesse métier, devido ja ter sido coordenador e programador da FM Cidade em Itapetinga e também divulgador musical para algumas rádios do Médio Sudoeste da Bahia, trabalhado em lojas com revenda de discos, e por isso pedi um tempo para pensar. Quando foi no dia 15 de outubro daquele ano, um domingo, resolvi fazer uma visita a emissora. Encontrei com algumas pessoas que estavam trabalhando na montagem dos aparelhos. Fiquei entusiasmado e na segunda-feira aceitei a missão de criar a primeira programação de uma emissora de rádio em Itororó. Aparentemente era uma missão fácil, mas a realidade apontava outra coisa, afinal de contas, eu iria criar uma programação do zero que precisava agradar a gregos e troianos e ainda deixar a minha marca como profissional, e isto não é coisa simples. Eu demorei uma semana na criação desta programação – nome de programas, grade comercial etc. Só depois que analisei tudo, minunciosamente, disse sim. A partir daí iniciou-se a programação oficial da primeira emissora de rádio de nossa cidade, onde ainda sou apresentar de programas musicais e de notícias…

Miro  Marques,

Quais foram os primeiros programas criados e dirigidos por você, ainda se lembra?

Carlos Maciel: Claro, os primeiros programas da Itapuy FM, vale destacar: Raízes Sertanejas – programa este voltado para o homem do campo, com músicas e informações direcionadas a esse nicho de ouvintes -; Itapuy Sucesso – músicas, horóscopos e informações, participação de ouvintes -; Itapuy Notícias – com enfoque principal em notícias locais e regionais -; Estação Brasil – músicas e informações dos maiores artistas brasileiros da MPB; Show da Tarde – bem parecido com o programa Itapuy Sucesso, com algumas sutis diferenças -; Happy Hour Itapuy – músicas leves, típicas de fim de tarde; Relax Total – este programa noturno, começando às 20:00h e indo até à 00:00, foi apresentado pelo diretor geral da emissora, Dr. Djalma Figueiredo, e tinha uma programação só com músicas românticas nacionais e internacionais. Bilhetes e telefonemas foi o mote principal deste horário.

Muitos outros programas eu criei durante esses quase 22 anos, apresentei alguns e tive a cooperação hiper competente de vários colegas que fizeram e fazem a história do rádio em Itororó.

 Miro Marques,

Meu caro Carlos Maciel, aconteceram muitas mudanças da programação daquele tempo, para a de hoje?

Carlos Maciel:

Muitas mudanças ocorreram desde a sua inauguração, lá nos anos 90 e, de todos esses, apenas o Raízes Sertanejas, Itapuy Sucesso, Itapuy Notícias  e o Show da Tarde, permanecem, ou seja, completam os 22 anos da Emissora  no dia 1º de dezembro de 2017.

Acredito que eles sejam os programas mais antigos do rádio regional que permanecem com a mesma veia de sucesso.

Mirto Marques,

Insigne diretor, diz pra mim, como se sente dirigindo uma emissora FM de destaque regional?

Fazer parte dessa história me deixa um pouco lisonjeado, mas, claro que agradeço, imensamente, aos muitos colegas, não citarei ninguém, para que não haja esquecimento de outros que orgulham o rádio itororoense. Ninguém faz nada sozinho e a colaboração de cada um deles, faz parte de um todo.

Mas o inicio de uma emissora não se dá apenas com os locutores e o equipamento de ponta, por trás de tudo isso existe uma programação. Ela sim, juntamente com os colaboradores, vai criar uma cumplicidade com os ouvintes através da grade de programação e a atuação recíproca de seus comunicadores.

Miro Marques,

Ilustre radialista Maciel, houve alguma mudança em termos de equipamentos e de  alcance desta emissora, ao longo dos seus 22 anos de atividades?

Carlos Maciel:

Sim, houve grandes mudanças, passamos de transmissor valvulado, que ocupava um espaço maior e estamos hoje com um novo transmissor com alta tecnologia, mesmo sendo menor em tamanho, reune tudo que queremos. Aparentemente percebemos que no passado “íamos” mais longe. Mas continuamos a ser uma rádio regional. Quanto aos aparelhos internos e falando de música, antes era a partir de Long Plays – o antigo bolachão, um disco grande em cores e até transparente, o mais comum, dentre eles, era o de cor preta, e lembrando que continuam a ser fabricados,  CDs, MDs – que considerei a evolução da fita cassete – mas. foi logo superado e  hoje, com o computador,  arquivamos milhares de músicas no formato MP3, que com apenas um click e em poucos segundos lançamos o sucesso para o nosso ouvinte…

Obrigado a você Maciel…

 

 


| Deixe seu Comentário


CAETANO VELOSO É O NOVO COLUNISTA DO MÍDIA NINJA


| Deixe seu Comentário


DILSON BRACIN “SOLTA OS CACHORROS” PRA CIMA DE LEONARDO MOREIRA

 

Milton Marinho

 

Segundo o vereador Dilson Bracin, o ex-vereador e funcionário do governo de Adauto, Leonardo Moreira que andou falando pelos cotovelos, tentando desqualificar o seu trabalho quanto à sua ida a capital, para encontro com membros do governo estadual para resolver o problema da instalação da Lia Line no distrito de Itati.

A temperatura do microfone da câmara aumentou no grande expediente, por conta de Leonardo Moreira, ter desconfiado desse encontro com as lideranças do govern em Salvador, chegando a dizer que era só “fachada”, do vereador.

Magoado com a ingratidão de Leonardo, que em outros tempos fora seu aliado, Dilson não poupou verbetes e soltou os cachorros para cima de Leonardo Moreira, de modo que, Dilson sem piedade, não bateu em Leonardo, Dilson espancou seu antigo companheiro.

 

 


| 4 comentários em DILSON BRACIN “SOLTA OS CACHORROS” PRA CIMA DE LEONARDO MOREIRA


ADAUTO FAZ “MEA CULPA” E RECONHECE AUTORIA DE VALFRIDO NA AQUISIÇÃO DA AMBULÂNCIA E TIRA FOTOS  COM O VEREADOR

 

Milton Marinho

 

Em menos de 24 horas em que anunciou a chegada de uma ambulância para o município, a voz do grande locutor Ronaldo Mendes reverberou nos quatro cantos da cidade, falando da parceria do prefeito Adauto com o governo do estado, através do deputado Rosemberg, relatando sua autoria na aquisição da ambulância, sem citar o nome do verdadeiro pai da criança, o vereador Valfrido.

Adauto, diante da omissão ou da maldade que fez, proclamando para si a paternidade da criança; isto é, dizendo ter sido ele o autor dessa conquista, teve de dar a mão a palmatória e reconhecer o papel do vereador na conquista do bem.

Por fim, o prefeito abafa a questão chamando Valfrido para tirar fotos com ele, o vice Paulo Rios, a secretária de saúde Marcília e a providencial “criança”, a ambulância.

 

 


| 5 comentários em ADAUTO FAZ “MEA CULPA” E RECONHECE AUTORIA DE VALFRIDO NA AQUISIÇÃO DA AMBULÂNCIA E TIRA FOTOS  COM O VEREADOR


ROSEMBERG ATENDE PEDIDO DO VEREADOR VALFRIDO E ITORORÓ GANHA AMBULÂNCIA

Milton Marinho

 

Apesar de ter sido o prefeito quem recebeu a ambulância para o município de Itororó, todo gesto de luta se deve ao vereador Valfrido, que foi quem solicitou ao deputado o referido carro.

O deputado falou em entrevista na rádio que o combativo vereador não mede esforços para solicitar benefícios para o município e, reiterou seu esforço com a aquisição da ambulância.

Na comunicação oficial do Governo da Cidadania de Adauto, onde aparece o prefeito Adauto e o deputado Rosemberg em Salvador recebendo a ambulância,  Adauto agradece ao deputado e ao governador Rui, e faz questão de não atribuir ao vereador a aquisição da ambulância, deixando claro o seu egocentrismo quando se trata de dar créditos àquele que realmente é merecedor.

De acordo com o prefeito, a ambulância chegou em boa hora: “Com este novo veículo queremos agilizar ainda mais o atendimento dos pacientes. Essa é mais uma conquista para a saúde do nosso município. Esse é o objetivo da nossa gestão, buscar benefícios para nossa cidade. Agradecemos ao Deputado Rosemberg e ao Governador Ruy Costa, quando estado e municípios trabalham unidos, quem sai ganhando é a população. Tem muito a ser feito na Rede Municipal de Saúde, esse é só o começo”, concluiu. Assim como Adauto não prioriza a emenda de mais de 250 mil reais trazida pelo deputado Antônio Brito por intermédio de Valfrido para melhorias no Rio do Meio, dessa feita, além de pongar no benefício trazido pelo vereador, Adauto se supera em matéria de ingratidão com o aquele que, dentre os vereadores eleitos, é o que tem dado mais resultado para a população do município até agora. A ambulância é mais uma prova.

Adauto, Adauto…

 

 

 


| 14 comentários em ROSEMBERG ATENDE PEDIDO DO VEREADOR VALFRIDO E ITORORÓ GANHA AMBULÂNCIA


7ª MARCHA CONTRA AS DROGAS SUPERA EXPECTATIVAS E DEBATE TEMAS ATUAIS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

 

Milton Marinho

 

Encerrou neste domingo 26, a 7ª Marcha contra as drogas e pela família, realizada com sucesso na praça Castro Alves, e contou com a presença de vários dirigentes evangélicos de variadas denominações, além do pregador e cantor Gerson Machado.

Iniciativa e realização do Ministério Reviver, a 7ª Marcha vem se tornando um evento indispensável para a família itororoense, ao ponto de temas atuais na sociedade brasileira, serem debatidos sob a ótica dos evangélicos com palavras e louvores dando direcionamento cristão, especialmente aos jovens de nossa cidade.

Parabéns aos organizadores e aos preparados homens de Deus que ali, com suas pregações, colaboraram para uma grande acontecimento em nossa cidade.

 

 


| 6 comentários em 7ª MARCHA CONTRA AS DROGAS SUPERA EXPECTATIVAS E DEBATE TEMAS ATUAIS DA SOCIEDADE BRASILEIRA


Marônio Cedro Mira: – Preto e branco…

 

Resultado de imagem para EDUCAÇÃO TRANSFORMADORA: FRASES DE DARCY RIBEIRO

Por: Marônio Cedro Mira

 

III CAPÍTULO: Preto e branco…

A biógrafa do filósofo Voltarie, Evelyn Beatrice Hall, ao “sintetizar” a liberdade de expressão explicitada por esse pensador, assim escreveu: “Eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo”. Perante essa citação, peço licença para colocar aspas na palavra “morte” e, por meio disso, levantar uma questão: A “morte” existe?

Caso formos seguir a uma certa escala biológica podemos dizer que sim, haja vista que, se não houver determinadas adversidades, nascemos, crescemos, reproduzimos e morremos.

Mostramos nesse exemplo uma sequência de ligações. Ao se falar em ligações, temos a conjunção ou que fora utilizado de forma negativa; ou seja, preto ou branco. Isso fez com que sujeitos se desumanizassem e criassem conceitos preconceituosos para excluir pessoas, pluralizando algo que deve ser sempre visto no singular; isto e, a palavra raça. Lembremos que todos nós fazemos parte da raça humana.

Após essas palavras introdutórias, podemos dizer por outro olhar, que a morte não existe, pois, segundo o cientista Lavosier: “Na natureza nada se crianada se perdetudo se transforma“.. Não se deve esquecer, que os dejetos orgânicos de um ser são metamorfoseados em outras substâncias e, com isso, materializam em novas unidades químicas.

Leia Mais


| Deixe seu Comentário


ALMIR PORTELA: 0370 – PEÇA AUTOMOTIVA

 

Imagem relacionada

Por Almir Portela

 

Neste interior no nordeste se encontra de tudo um pouco, basta garimpar, quando eu trabalhava em um armazém de secos e molhados, onde tem material de construção, bebidas diversas, cigarros e todo gênero alimentícios, como era raro casa do ramo, os donos dos armazéns aproveitavam para investir e ganhar mais dinheiro. Um belo dia estava no balcão, quando chega um rapaz solicitando um material, inclusive, pago, foi chegando e pedindo, ”vim pegar 02 sacos de cimento para o marido da mulher do crente, fiquei sem entender e chamei o colega que tinha efetuado a venda, mandou liberar o produto que ele já sabia. O causo não tem nada com armazém, mas a conversa saiu de lá. Foi o seguinte, em uma quarta-feira, pela manhã chega uma senhora que já era cliente nossa, bastante conhecida, comunicativa, educada, inexperiente no que refere a automóvel, impressionante é que ela dirige muito bem, ela não sabe distinguir a bateria e o radiador. O carro precisava de roca de óleo e ela resolve fazer esta tarefa, pois teria que aprender, sábado pela manhã ela comprou a quantidade necessária de óleo, voltou pra casa, vestiu uma roupa adequada e lá foi ela. Começou por volta dás 9h00 e meio-dia concretizou o trabalho, suou bastante, sujou outro tanto, mas, conseguiu, um detalhe de grande importância que ela ignorou, pegou todo material usado e jogou fora, inclusive a tampa que ela acabara de usar, procurou e como não encontrou, foi na Casa se peças de Ari, onde se encontra de tudo, desde nova a usada. Bom tarde Ari, ele respondeu e se colocou a sua disposição, ela perguntou se ele tinha uma tampa para o tanque de seu carro, ele perguntou se sabia que tampa era, ela disse que era redonda e que tinha uns números gravados, Ari pegou todas as tampas da loja e pôs no balcão para ela identificar, ela olhou minuciosamente e não tinha encontrado, eu estava observando sem dá opinião, não resistindo mais eu pedir licença e perguntei quais os números que esta gravado na tampa, de imediato ela me mostra o desenho da tampa com os números, que era assim 0370. Matei  a charada, chamei Ari e falei, veja como foi fácil, vire estes números, ele virou o papel e apareceu: ÓLEO.

ERA A TAMPA DO ÓLEO.

 

 


| 2 comentários em ALMIR PORTELA: 0370 – PEÇA AUTOMOTIVA


IVALDO BONFIM: UM EXCELENTE ADMINISTRADOR PÚBLICO, PREFEITO DE ITORORÓ DE 1983 A 1988

 

Por Miro Marques

 

 Natural de Ubaitaba – Bahia, Ivaldo de Souza Bonfim nasceu a 19 de dezembro de 1926, era filho de João de Souza e Maria da Glória Bonfim. Cursou o primeiro grau no Colégio Municipal de Faisqueira no mesmo Município que nasceu, tendo abandonado os estudos para cuidar das atividades rurais e comerciais a que se propôs administrá-las.

Jovem ainda, Ivaldo Bonfim transferiu residência para Itororó aonde foi comerciante durante muito tempo em sociedade com Manézinho Gonçalves no comércio de compra e venda de cacau, secos e molhados.

Depois de muita luta no comercio, ele adquiriu, por labor próprio, propriedades rurais em Itororó e Nova Canaã.

Ivaldo era casado com Dona Eugênia Moreira Bonfim e manteve com ela perfeita união até a morte os separar. Tiveram oito filhos, quatro homens e quatro mulheres: Paulo Roberto, Ângela Maria, Liége Maria, Dionezi, Cacileide, Ivaldo Filho, Cristina Maria e Lúcio.  Desses, apenas um não mais faz parte do nosso mundo, mas a sociedade ainda se lembra com pesar porque Paulo Roberto Moreira Bonfim foi um grande companheiro. – “Eu posso testemunhar este fato porque fui seu companheiro de Câmara atuando por lados opostos e bandeiras de cores diferentes, mesmo assim sempre mantivemos o mais harmonioso relacionamento de parlamentar. O companheiro Paulo Roberto perdeu a vida, ainda muito moço, num fatídico acidente de motocicleta no distrito de Rio do Meio”.

Mas continuando o relato sobre a vida pública de Ivaldo de Souza Bonfim, ele como todo jovem galã, também foi muito chegado a uma boa paquera, era farrista e tocava muito bem um violão em serenata para conquistar corações, antes de Dona Eugênia, é claro.  Leia Mais


| 2 comentários em IVALDO BONFIM: UM EXCELENTE ADMINISTRADOR PÚBLICO, PREFEITO DE ITORORÓ DE 1983 A 1988


Rui Costa anuncia antecipação de repasse do ICMS para municípios

Rui Costa anuncia antecipação de repasse do ICMS para municípios

O governador Rui Costa anunciou nesta sexta-feira (24), após inauguração de Policlínica em Guanambi, que vai antecipar a última parcela do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 2017 aos 417 municípios baianos. A parcela, que seria repassada apenas em janeiro de 2018, será paga no mês de dezembro deste ano, atendendo a um pleito dos prefeitos baianos. A medida, que possibilita às prefeituras baianas o fechamento de suas contas públicas, também foi adotada pelo governador nos últimos dois anos.

 

 

Bahia Notícias


| Deixe seu Comentário


FEIRANTES NA ALÇA DE MIRA DE ADAUTO

 

Adelmo Ribeiro da Silva

 

A notícia que me chega é que os fiscais da feira não estariam permitindo que os feirantes exponham suas mercadorias no chão. Tudo, agora, segundo eu soube, teria que ser exposto em mesas e barracas apropriadas.
Sob a ótica dos fiscais, são as ordens que receberiam e, claro, teriam a obrigação de fazer. Mera questão de dever.
Mas, e do ponto de vista do feirante?
Muitas dessas pessoas moram e trabalham em lugares como, por exemplo, cabeceira do João Dias, cabeceira do Colônia, Altamira. Vêm à feira aos sábados trazendo talvez meia dúzia de cachos de bananas, talvez duas ou três galinhas, talvez alguns litros de feijão verde e talvez uma pequena quantidade de uma infinitude de outros itens, o que dispõem, na quantidade que dispõem e o suficiente para fazer pouco mais do que pequenas operações de escambo para suprir-se de bens que não possam eles próprios produzir. Transportam suas pequenas cargas do modo que consigam, creio que negociado condições minimamente suportáveis normalmente com motoristas de pickups e pequenos caminhões.
Sei menos do que quase todas as pessoas como funciona uma feira livre, sei menos ainda qual e se as prefeituras estipulam alguma forma de organização. Mas, no caso de Itororó, ou existe ou estão querendo implementar, o que, a priori, não deixaria de ser positivo.
Mad impor a pessoas com o perfil acima a utilização de barracas é viável? E isso tanto do ponto de vista prático Prefeitura, se terá condições, ao longo do tempo, de fazer cumprir tais determinações; quanto, do ponto de vista do feirante, que, provavelmente, teria que arcar com um custo adicional, seja para transportar (leva-e-traz) suas pequenas tralhas, pagando algo mais ao dono do transporte, seja, alternativamente, locando espaço em algum lugar da cidade para guardar essa barraca. De qualquer forma, submetendo a dispêndio extra tanto mais desproporcional porque, normalmente, seria usado apenas nas manhãs dos sábados.
Será que administração municipal avaliou tal situação, tanto do ponto de vista de quem precisa vender sua pequena produção ou revender as poucas mercadorias intermediadas; quanto do ponto de vista dos urbanos, que se suprem com esses pequenos fornecedores? Será que foram consideradas implicações de ordem social caso a imposição da prefeitura inviabilize uma miríade de microscópicos comerciantes e seus clientes?
O fato é que, se houver sentido no que ouvi, e se não forem oferecidas alternativas (mais do que meras válvulas de escape), longe de organizar alguma coisa, tudo o que conseguirão será inviabilizar estratos sociais já despossuídos e aborrecer ainda mais uma população que já estaria altamente indisposta com o atual administrador municipal. Com resposta justa aguardando pronta a devida oportunidade.

 


| 11 comentários em FEIRANTES NA ALÇA DE MIRA DE ADAUTO


Página 10 de 159« Primeira...89101112...203040...Última »

  • Últimos Comentários

    • LUIS CLÁUDIO: Tô fora de Adauto, de Marco e de Adroaldo. Aonde Marcelo Andrade for eu vou com ele, ele éra o único...
    • anonimo: com miseria eu ainda voto nos candidatos de Marco Brito pelo menos ele é melhor que esse Adauto que não dá...
    • Zé Perequeté: Cambada de feladaputas que colocaram Itororó no cú do rato. Todos safados que só meteram a mão na grana...
    • Elias: Corrigido! Para o céu, não bosta.
    • Elias: Esse José, deve ser um comedor de feira na época Marco Brito. José, pelo visto vc não sabe nada de política,...
    • Edcarlos Locutor: Em 12 anos de mandato,Marco não fez o que Adroaldo fez em 4 anos. Mas tem a sua Marca na política...
    • Ricardo da Urbis: Esses dois ai não vão pra lugar nenhum mais ,do jeito que ele fizeram com Itororó deixaram a...
    • Lucineide: Como já se conversa em Itororó em que Marco Brito pode apoiar Rosemberg e Adroaldo apoiar Sergio Brito, e...
    • macinho lima: O votos da maioria do povo de itororó hoje é de Adroaldo, ele foi o cara que quando o Wagner estava no...
    • Lidinha: O que Marco Brito perde sem Marcelo nada ate porque ele e nem Marcelo tem mais voto em Itororó e nos...