CAUSOS E FATOS DE ALMIR PORTELA: MEU COMPADRE CREVÁLCIO

Resultado de imagem para ESTÔMAGO EMBRULHADO

ALMIR PORTELA

 

MEU COMPADRE CREVÁLCIO

 

Falar de meu compadre é chover no molhado, fica difícil começar este causo, pois aconteceram tantos em nossas vidas, que se lembrasse de todos daria uma enciclopédia. Nós não tínhamos nenhum relacionamento, ele trabalhava em um armazém de secos e molhados, bebidas e material de construção, e eu trabalhava em outro armazém que vendia outros segmentos, isso não vem ao caso, só para informação, um belo dia surgiu uma vaga no armazém que Creválcio trabalhava me apresentei e fui a Itapetinga levar meus documentos, pois lá era a matriz deste armazém, esse foi nosso primeiro encontro, trabalhamos um bom tempo neste armazém, por uma simples besteira, meu amigo foi demitido, na realidade seria ele e eu, só não fui por que meu pai estava fazendo compras no armazém neste dia, vida que segue, eu estava chateado com esse emprego e através de um amigo, soube que em Uruçuca, numa fábrica de artefatos de borracha, estava recrutando pessoas, ai lembrei-me de meu amigo, conversamos e fomos para Uruçuca, fizemos um teste e fomos aprovados, e pela segunda vez trabalhamos juntos, ficamos morando em uma casa, eu meu amigo Creválcio e Zé Bezerra. Creválcio e Zé Bezerra não se falavam e eu não sabia, com a convivência, conseguimos harmonizar nosso cantinho, foram distribuídas as tarefas domesticas, eu e Zé Bezerra lavávamos os pratos e varria a casa e Creválcio cozinhava e fomos tocando, todas as tardes, depois do trabalho, perto de nossa “residência”, tinha um campo de futebol, onde o famoso baba era bastante concorrido, Zé Bezerra estava preparando seu material para participar do baba, sentado junto à mesa da cozinha ele simplesmente estava limpando sua chuteira com a mesma esponja de aço que lava os pratos, deixando muita lama em cima da mesa, nisso chega Creválcio, e como ainda eles não se falavam, me chamou e pediu que Zé Bezerra limpasse imediatamente a mesa e procurasse outro lugar para sujar, até mesmo na sua cama, Zé Bezerra virou em direção a Creválcio e disse a sua famosa frase: “Vá tomar no seu Zinferno” e eu como juiz de paz tive que intervir para que eles não fossem mais longe com a discussão. Foi em Uruçuca que Creválcio conheceu aquela que seria sua esposa, uma morena bonita que acompanhava a mudança de Creválcio, era conhecida pelo apelido de “Moça”, ela conseguiu balançar o coração do rapaz que não queria compromisso com ninguém. O namoro ia muito bem, tanto que quase toda semana íamos a Itororó, na volta meu amigo tomar uma umbuzada na casa da namorada, que o deixou em maus lençóis, começou um rebuliço no estômago e foi aumentando e houve uma grande erupção, tudo isso aconteceu dentro do ônibus, como já era noite meu amigo pediu ajuda a Zé Bezerra, pedindo uma calça emprestada, pois a dele ia ficar debaixo da poltrona impregnada de algo estranho a sua vontade, nesse meio tempo o produto começou exalar um “cheiro” esquisito que o motorista teve que parar antes da rodoviária de Itabuna, foi parando e os “três mosqueteiros” aproveitando desceram do ônibus e andamos uns 10 quilômetros, foi ai que notei a indumentária de Creválcio, e perguntei se era dele aquela bermuda apertada, ele me respondeu que era a calça de Zé Bezerra.

 

 


5 Comentários

  1. Amigo dos compadres disse:

    Almir,
    Sei que você tem muitos causos para publicar do seu compadre, se quiser eu posso te lembrar de alguns, não deixa seus leitores ansiosos, sei da amizade sincera de vocês, pois sou testemunha desta parceria, Creválcio era uma pessoa espetacular, principalmente quando bebia, era muito engraçado. Saudades Eternas.
    Eu quero ler mais.
    Abraços

  2. Roberto Cirino disse:

    Conheci Creválcio em Itororó justamente no Festsol, acompanhado de cerveja e a famosa e deliciosa carne de sol, como já era amigo de Almir, eu me sentia em minha cidade (Fortaleza), esses camaradas são respeitados e queridos onde eles vivem. Fiquei muito triste quando soube do falecimento de Creválcio, por outro lado, por indicação de Almir deste blog, li este causo homenageando seu compadre e meu amigo, mais que justo, acredito que vem mais alguns por ai, vou aguardar.
    Abraços,
    Roberto

  3. Jose Antonio disse:

    Almir transformou-se em um eximio escritor, seus causo sao por demais divertidos.

  4. Wallace disse:

    Fico ansioso toda semana com os causos publicados por Almir, o mais novo escritor com jeito de veterano, pois suas escritas são bem elaboradas, além da pitada de humor, ele sabe muito bem o que está fazendo, com a mistura que ele faz, consegue nos divertir e não desvia do que foi proposto, ele descobriu uma maneira inteligente e diferente de contar os causos, que segundo ele, são verídicos. Que mente fértil. Tá no caminho certo, garoto.
    Wallace
    Minas Gerais

  5. Elbio de Souza disse:

    Tio Almir!
    Sei da amizade sincera e verdadeira que você tinha com meu Pai; verdadeiros irmãos.
    São muitas histórias e “causos” que o Sr tem para contar.
    Fico ansioso por mais dessas histórias e aventuras que vocês tinham.
    Meu Pai me contava muitas destas aventuras. Realmente são histórias e histórias bem engraçadas e divertidas…rsrsrsrs.
    Feliz por vê-lo publicando estes “causos”. Espero que continue por muito mais tempo.
    Me emocionei ao ver esta publicação; e rir também pelo conteúdo engraçado: como todos os outros que o Sr tem publicado.
    Tenho certeza que seu compadre está feliz em ser lembrado pelo seu Irmão nestas histórias.
    Não é porque é meu Pai; mas realmente uma pessoa extraordinária e de grande coração; como disse o “Amigo dos Compadres”, quando bebia então, nem se falava…
    Sempre vamos lembrar dos momentos felizes e alegres do meu Pai, nosso amigo de fé, irmão camarada.
    Obrigado Tio!

Deixe o seu comentário!








  • Últimos Comentários

    • José: Deixa o pau quebrar! Só quero ver qdo esse governador Ruim Costa levar um cacete de ACM Neto, quero ver se vai...
    • José: A verdade realmente dói, já vi que bateu o desespero. Adroaldo não tem um vereador do lado dele e ainda perdeu...
    • LUIS CLÁUDIO: Tô fora de Adauto, de Marco e de Adroaldo. Aonde Marcelo Andrade for eu vou com ele, ele éra o único...
    • anonimo: com miseria eu ainda voto nos candidatos de Marco Brito pelo menos ele é melhor que esse Adauto que não dá...
    • Zé Perequeté: Cambada de feladaputas que colocaram Itororó no cú do rato. Todos safados que só meteram a mão na grana...
    • Elias: Corrigido! Para o céu, não bosta.
    • Elias: Esse José, deve ser um comedor de feira na época Marco Brito. José, pelo visto vc não sabe nada de política,...
    • Edcarlos Locutor: Em 12 anos de mandato,Marco não fez o que Adroaldo fez em 4 anos. Mas tem a sua Marca na política...
    • Ricardo da Urbis: Esses dois ai não vão pra lugar nenhum mais ,do jeito que ele fizeram com Itororó deixaram a...
    • Lucineide: Como já se conversa em Itororó em que Marco Brito pode apoiar Rosemberg e Adroaldo apoiar Sergio Brito, e...