A PRIMEIRA SESSÃO DA CÂMARA E O GRANDE EXPEDIENTE COM VEREADORES CONFUNDINDO SEUS PAPÉIS

 

a camara

Milton Marinho

 

Dando importância ao parlamento municipal mais do que se supunha, o prefeito Adauto ainda comprometido com o processo de mudança, e ainda com sua artilharia pesada e muita bala na agulha contra o prefeito Marco Brito, Adauto recua no tempo e compreende que não pode governar sem a Câmara de Vereadores como seu governo gostaria; isto, se por acaso, o parlamento fosse um impeditivo de sua forma de governar. Arrogância sem limites que para o seu bem, que em suas palavras foi abortada na noite desta terça quando propõe a casa legislativa, a parceria e a harmonia que aos poderes se conferem.  Não sabemos o motivo da sensata compreensão; talvez a sua imediata impopularidade pelas medidas que vêm tomando, e por não ter controle da maioria na casa legislativa; talvez a orientação de algum assessor importado mais sabido que ele, que o orientou na direção do recuo do enfrentamento com a câmara tenha sido o gesto sensato para o bem de seu governo.

Adauto compareceu com os seus secretários à câmara na primeira sessão do ano e com um discurso nada coerente com os quase setenta dias de governo, prometeu cuidar dos diversos setores que abrangem um governo, inclusive o da cultura que até agora, ninguém fora nomeado para a pasta como se este setor fosse de importância capital em seu governo, o que não é, mas que é de importância vital para a humanidade, e que em seu governo, esmolará nas portas do comércio local para sobreviver. Espero que ele cale minha boca, e tem tudo para isso.

Ainda segundo o prefeito, disse ele que já abriu os canais de diálogo com as esferas estadual e federal para o encaminhamento de projetos para o município e, possivelmente, a chegada de verbas e destravamento de obras paradas, esperamos.

Adauto nos dá as boas notícias de seu governo: que está resolvendo o problema da água junto com o Saae e que já tem plantonistas médicos todos os dias no hospital, além de atendimentos aos doentes em seus domicílios. Prosseguindo, pelo que adiantou em seu expediente, o inicialmente, lamentador e incrédulo Adauto se recompõe e nos brinda com expectativas plausíveis, agora, do outro lado do muro das lamentações, que ele construiu para chorar nos primeiros dias de seu governo. Parece que tomou termo e, no tranco, está botando o carro da política para pegar.

 

AINDA O GRANDE EXPEDIENTE:

Comandado pelo novato presidente Jônatas que, inicia seu aprendizado no ofício de manejar pontos de vistas e dar equilíbrio a casa, começa bem levantando as velas da nova nau com a queda da “República do Caramelo”, rumo a um ancoradouro mais seguro no futuro, nas suas considerações finais, reafirmou os sentimentos dessa mentalidade, menciona e faz saudações especiais ao seu colega de partido João Brito e ao presidente de honra Edneu Oliveira que, apesar das mudanças que a política impõe, ainda o considera o líder maior dos democratas.

O vereador Sergipe fez um apelo para que o prefeito não acabe com o Bolsa Família Municipal.

Vereadora Bela quer o resgate de sua indicação e a efetivação da ajuda para os estudantes universitários.

Andréa, menos inflamada e mais comedida nos elogios ao médico, em seu discurso, aposta que com Adauto uma nova história se inicia em Itororó. Só faltou jurar com a mão em cima da bíblia que lutará para impedir atos de corrupção no governo. Tanto ela quanto Clecione eleitos, graças à votação de Léo Gás; nenhum agradecimento foi feito ao colega vereador que trouxeram eles, na tiracolo da legenda por conta do coeficiente eleitoral.

Sem disfarce nos sentimentos, Liana da Urbis, estreando ao microfone, seguindo o discurso do prefeito, pediu tempo ao povo para arrumar a casa; como se ela fosse membro do executivo e não do legislativo, faz-se saber à querida vereadora que o prefeito só vai arrumar a casa se ela cumprir fielmente o papel de fiscalizadora do executivo que o povo lhe conferiu. Daremos um desconto à emoção da vereadora, pois, sabemos que Liana é uma lutadora.

Clecione, que fez a leitura bíblica, logo, parecia ungido do poder de Deus, onde, do alto de sua qualificada impostação de experiente locutor, “profetiza” que com o novo formato da câmara haverá de recair sobre o povo de Itororó um novo tempo; um tempo de compromisso, seriedade e ética.

Léo Gás, depois de que as ruas comentaram que ele estava de calundu com o prefeito, admitiu Léo, que logo em seguida, confundindo as bolas, hipotecou apoio ao governo, dizendo estar com o doutor para o que der e vier. Pelo jeito, Adauto já está se acertando com Léo, de modo que, se ele está com Adauto para o que der e vier, certamente, fará concessões para ficar ao lado do povo que o elegeu; isto é, defenderá o povo do governo, mas nem tanto. Assunta a desgraça!

Dilson Bracin, depois de negar ligação com Marco Brito no final de seu mandato, que deixou uma “grande cicatriz” no município… Numa rogativa de amor pelo povo, especialmente o povo do seu distrito, pede que Adauto retorne com a ambulância que ele conseguiu para Itati. Como quem, politicamente, pende para que seu distrito tenha, através dele, ganho com o governo, diz não querer falar mais de passado, mas do presente que agora é Adauto.

Dona Renilda, emocionada, falou de sua vitória e surpreendeu a todos com sua simplicidade, prometendo pequenos projetos e indicações para os mais desassistidos da cidade.

Pelo discurso bem acentuado e ligado com as causas essenciais que se abatem sobre Itororó, Valfrido Miranda deu um baile em sua explanação, exibindo farto conhecimento de causa sobre os problemas que afligem o município, sendo incisivo e ao mesmo tempo, educado em suas cobranças feitas ao gestor presente. Valfrido se destacou na sessão inicial e, com certeza, pelas ferramentas teóricas apresentadas, além da postura adquirida em pouco tempo de parlamento, teremos um vereador combativo em defesa de seu povo pelos próximos quatro anos de mandato.

Valfrido salientou que se o Plano de Saneamento Básico não chegar ao distrito do Rio do Meio, se abaterá sobre seu povo uma “Tragédia anunciada”.

 

 


| 17 comentários em A PRIMEIRA SESSÃO DA CÂMARA E O GRANDE EXPEDIENTE COM VEREADORES CONFUNDINDO SEUS PAPÉIS


DOUTOR LOPES ENTRA COM REPRESENTAÇÃO NO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA O PREFEITO ADAUTO EXIGINDO TRANSPARÊNCIA NAS VERBAS DO GOVERNO

 

A LOPES

Milton Marinho

 

Pra variar, além das críticas que o prefeito Adauto vem recebendo pelo modo em que governa a cidade, um de seus candidatos a vereador, o advogado ambientalista doutor Lopes, filiado ao partido do prefeito, PSDB, desconfiado da transparência do governo municipal com relação às entradas de receitas, entra com representação no MP, Ministério Público, exigindo que o médico Adauto exponha ao público os gastos de suas pastas, de modo a conferir com a  Lei da Transparência 12.527/ 2011.

A representação de Lopes se estende de modo especial ao Saae, órgão que cuida das águas do município.

Prometendo não dar sossego ao gestor, Lopes inicia sua cruzada contra o prefeito Adauto da forma mais legítima possível: cobrando do prefeito transparência absoluta nas contas públicas.

 

 


| 22 comentários em DOUTOR LOPES ENTRA COM REPRESENTAÇÃO NO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA O PREFEITO ADAUTO EXIGINDO TRANSPARÊNCIA NAS VERBAS DO GOVERNO


SESSÃO DA CÂMARA COMEÇA NA TERÇA, E PELO INÍCIO, SABEREMOS O QUE ESPERAR DE CADA vereador

 

a posse

Milton Marinho

 

Dos 11 vereadores eleitos, 4 foram reeleitos, Sergipe, Có, Valfrido e Bela; os demais são novatos, com exceção da vereadora Andréa Figueiredo que por 2 mandatos plantou suas ideias a serviço dos governantes que por sinal não fugirá à regra e à sua tradição neste. Espero que ela me contrarie sendo situação, e estando ao lado do povo sem o fisiologismo, que ao longo do tempo lhe foi tão peculiar.

A surpresa fica por conta do vereador Clecione, homem inteligente e ambicioso que pode nos surpreender no parlamento, de modo que, depois de eleito, propaga pelas ruas e esquinas que será um vereador do povo e não vereador de prefeito. Este é o conceito essencial; o que já o torna grande. Veremos na ação; isto é, na prática, e o conceito vale para todos, cuja sociedade representada quer todos eles grandes.

Saberemos nesta terça-feira, qual dos vereadores, dentre os onze que será o mais propositivo e encorajador, de uma bandeira de luta que em algum deles ainda possamos acreditar, diante dessa escacêz de políticos sérios e capazes de melhorar a vida em sociedade.

Precisamos de um vereador proposito no sentido de, além de estar cônscio do seu papel como legislador, esteja ele preparado para fiscalizar o executivo como manda o figurino dos grandes legisladores, dos que se destacam pela natureza de sua formação e pela perplexidade diante das injustiças cometidas contra os mais necessitados.

Não queremos vereadores para fazer média com o executivo; também não queremos vereadores intolerantes e ridículos que por falta de condições para exercer o mandato, do nada, destila seu ódio contra o executivo como se estivesse defendendo uma boa causa. Queremos o bom senso povoando a casa legislativa, mesmo quando a causa em questão a ser debatida divida opiniões perante a sociedade. Queremos um vereador que vá além das saudações intermináveis para com seus cabos eleitorais, parentes, vizinhos ou animais de estimação que fazem aniversários e que são louvados no parlamento, esse espaço tão nobre, muitas vezes não merecedores de quem o ocupa.

Por fim, queremos a casa legislativa, com o poder que tem, numa “luta corporal” por justiça social para melhorar a vida dos menos favorecidos. Afinal não lhe falta legitimidade para isso, ao contrário, os vereadores, juntos tiveram a maior quantidade de votos que o prefeito. Portanto, têm eles, muito mais poder que o que pensa a vã filosofia do executivo.

E dali, do plenário da casa legislativa, que a sociedade, de olho nos seus representantes, saberá os passos que eles darão em defesa daquilo em que se propuseram em palanque para alcançar o galardão do posto. Os nobres homens serão testados pelos seus discursos e pelas suas ações; outras coisas não valem. Para cada passo dado por cada um deles, a sociedade saberá o tamanho que cada um quer ser, enquanto agente social de respeito e até onde eles poderão chegar.

Coerência e lisura com os projetos; oposição responsável diante dos interesses do executivo; o permanente debate para tornar mais claras as questões debatidas. Nada da calada da noite. Nada de legislar em causa própria como a casa estava acostumada.

Resquícios da “República do Caramelo” ainda se encontram no salão nobre da casa, praga esta que deve ser varrida pelos bons zeladores que se elegeram para cuidar dela.

Com o presidente Jônatas acabou a “República do Caramelo”; aos novatos compete endossar apoio à ele. Agora, com a nova mentalidade da maioria e nova realidade na casa, há de raiar no horizonte da nossa casa de leis, um novo dia. é o que esperamos.

 

 


| 5 comentários em SESSÃO DA CÂMARA COMEÇA NA TERÇA, E PELO INÍCIO, SABEREMOS O QUE ESPERAR DE CADA vereador


JUIZ SANFONEIRO PERCORRE A BAHIA PARA MOSTRAR O MELHOR FORRÓ DO NORDESTE

 

A SÃO JOÃO

 

 

Ednaldo Fonseca, o juiz sanfoneiro que está percorrendo o Brasil para apresentar o que de melhor tem o sertão nordestino em matéria de forró, esteve em Itororó para a divulgação de seu trabalho.

Mesmo exercendo a magistratura, Ednaldo nunca largou a sanfona de quem é servo dessa “rainha dos instrumentos”, título batizada por ele para designar a pujante melodia que extrai do seu fole. Com a música, o Juiz Sanfoneiro, praticante da filantropia, dedilhou sua sanfona de norte a sul do país e foi convidado por Jô Soares para se apresentar no maior programa de entrevista com celebridades do país; ali ficou conhecido em todo o Brasil.

A presença de suas raízes nordestinas e a identificação cultural com seu povo é sentida no primeiro acorde quando o músico abre sua  sanfona.

No seu quarto disco Ednaldo já compartilhou, ao longo de sua história, parcerias com nomes de grosso calibre de nossa música: Dominguinhos, Marinês, Jorge de Altinho, Genaro do Acordeon, Petrúcio Amorim, Maciel Melo dentre outros.

Sabedor que Itororó durante os festejos juninos abriga grandes nomes do cancioneiro popular nordestino, o Juiz Sanfoneiro Ednaldo Fonseca espera dar sua contribuição musical no próximo Festsol. Para tanto, seu empresário Erenilson, já está ampliando os horizontes da carreira do músico na região.

Esperamos ouvir sua música tocar forte por estas bandas.

 

 


| 2 comentários em JUIZ SANFONEIRO PERCORRE A BAHIA PARA MOSTRAR O MELHOR FORRÓ DO NORDESTE


CARNAVAL: UM REFRESCO PARA O PREFEITO ADAUTO QUE ELE NÃO É DE FERRO

adauto carnaval

Milton Marinho

 

Passado os dias de folia do carnaval, aliviamos as críticas, dando um refresco para o homem que leva o fardo mais pesado do município nas costas, o prefeito Adauto.

Adauto, cujo governo sem dinheiro, quer fazer as coisas que devem ser feitas, mas não pode. Seu secretariado, democraticamente eleito entre os Talibãs, competente aos olhos de Adauto, não apresentou nem formulou, até agora, um modelo de cidade sequer que garanta aos moradores, um futuro mínimo de quatro anos para quem sobreviver ao seu governo.

No meu entendimento, a maioria é constituída de garotos de recados de luxo do núcleo central do governo, sentada atrás de uma carteira, despachando de forma ordinária as papeladas burocráticas e taxas cartoriais. Isso quer dizer que, a mágica do secretariado do novo governo que deve ter um coelho na cartola vai demorar a sair.  Nós é que somos um bando de apressados, se o coelho não vier a gente toma naquele lugar que a musa do impeachment ligada aos coxinhas do PSDB  mostrou para todo Brasil essa semana na televisão.

Até agora ninguém sinalizou para algo extraordinário do ponto de vista do que significa utilizar a criatividade ou o manuseio em mutirão para justificar os gordos salários que ganham, para, pelo menos decorar o a nau sem vela e sem direção do nosso médico, (já que não se tem dinheiro para tocar o serviço), e com isso gerar algum tipo de esperança falsa para nós, para os meses subsequentes ao desespero que começa a tomar conta do povo. Pelo amor de Deus Adauto, não venha falar a verdade sobre Marco Brito que não cola mais. Só Didi da Bahia tá dando exemplo de como arregaçar as mangas da camisa e cair pra dentro.

Adauto acredita que em seis meses o governo vai começar a respirar, não só porque trancou o ralo da malversação do dinheiro do povo, que Marco Brito deixava correr solto, mas porque segue uma onda de contenção de despesas e arrochos através de impostos de modo que, está o seu governo, fazendo de tudo para faltar agora para poder sobrar depois. Assunta a desgraça!

Segundo Adauto, o município arrasado, foi o único bem que Marco deixou como legado para o seu governo e para o povo de Itororó.

Leia Mais


| 29 comentários em CARNAVAL: UM REFRESCO PARA O PREFEITO ADAUTO QUE ELE NÃO É DE FERRO


COMENTARISTA ANÔNIMO RECLAMA QUE O BLOG SÓ FAZ CRÍTICAS AO PREFEITO ENQUANTO NO FACEBOOK ADAUTO É UMA MARAVILHA

 

anônimo

Milton Marinho

 

Ele assina como “Resposta”.

“MILTON MARINHO JÁ QUE VC ADORA VENTILAR MATÉRIA NEGATIVAS SOBRE O NOSSO PREFEITO, SÓ PARA SE PROMOVER VENDO O MAR PEGANDO FOGO ENQUANTO VC FICA COMENDO PEIXE ASSADO AS CUSTAS DA DESGRAÇA DOS OUTROS, AGORA ESTAR NA HORA DE SE REDIMIR UM POUCO DAS MALDADES PARA COM QUEM NUNCA LHE FEZ MAL, VEJA SE TEM A OMBRIDADE, A DIGNIDADE E A DECÊNCIA DE FAZER UMA MATÉRIA ELOGIANDO O NOSSO PREFEITO PELA EXCELENTE ATITUDE E DIGNA DE QUEM TEM COMPROMISSO COM O POVO, HOJE ELE PAGOU ANTECIPADO O SALÁRIO DE TODOS OS SERVIDORES, INCLUSIVE OS ATRASADOS DOS PROFESSORES, ISSO É PARA MOSTRAR A VC E A TODOS OS SEUS COMENTARISTAS REVANCHISTAS DESTE BLOG QUE DR. ADAUTO NÃO É IRRESPONSÁVEL COMO FORAM OS SEUS ANTECESSORES QUE JAMAIS VOLTARÃO AO PODER. AQUI NO SEU BLOG É SÓ NEGATIVO PARA DR. ADAUTO, JÁ NO FACE É SÓ POSITIVO ISSO É O QUE CONTA PORQUE ATINGE MIL VEZES MAIS DO QUE ESTE BLOG DE REVANCHISTAS E INCONFORMADOS COM A DERROTA ESMAGADORA NUNCA VISTO ANTES”.

 

Pra falar a verdade, por dois motivos eu não tenho postado boas notícias do início do governo de Adauto: 1) Meu blog está à disposição dele sem querer um centavo para postar o que ele tiver de bom para apresentar para a população, 2) Até à redação do blog, comprovadamente, só tem chegado notícias que depõe contra a forma do médico governar, 3) O único setor que está funcionando é o de esporte, onde o desprendido e abnegado diretor gasta seu próprio salário em favor do esporte, seguindo sua e uma convicção geral, de que apoia o futuro de nossas crianças, de modo que o município poderia avançar muito mais se o governo o ajudasse. Porém, o maior motivo que o blog não se transforma num veículo que noticia as coisas boas de Adauto, é simplesmente porque o governo, até o momento, nem suas obrigações está fazendo.

Pra finalizar, ninguém, promoveu publicamente, a campanha do médico Adauto do que este blog. Aí ninguém reclamou né?

Fosse eu, o prefeito, e pensasse como pensa o amigo “Resposta”, imediatamente convocava o jurídico da prefeitura para processar o responsável pelas críticas e, principalmente, por faltar o blog com a ausência de bajulações peculiares de blogueiros e jornalistas aos governos como o de Adauto. Quem sabe o amigo não daria uma colaboração mais eficaz dando essa ideia ao prefeito, tentando assim, tirar o blog do ar.

 

 


| 17 comentários em COMENTARISTA ANÔNIMO RECLAMA QUE O BLOG SÓ FAZ CRÍTICAS AO PREFEITO ENQUANTO NO FACEBOOK ADAUTO É UMA MARAVILHA


VOZ DE RONALDO QUE AJUDOU NA CAMPANHA É TROCADA POR VOZ de LOCUTOR DESCONHECIDO

 

ronaldo

Milton Marinho

 

Desenganado do médico, no momento em que mais precisava para ingressar no serviço público, Ronaldo Mendes que abraçou a causa de Adauto, indo além da voz que o notabilizou como um dos maiores locutores da Bahia; fez discurso e chorou no palanque como nunca se viu.

Adauto ganha a eleição e Ronaldo, – na batida do coração- slogan irretocável que por si só caberia um busto em praça pública para Ronaldo, no mínimo uma grande homenagem. Porém o prefeito prefere dar um “cano de carroçaria e uma geladeira” no grande locutor.

Segundo mês de mandato, à queima roupa, a meritocracia de Adauto importa voz e locução de estúdio para anúncios em carros de som da cidade, mas não dá chance a Ronaldo cuja família abraçou como nunca sua campanha vitoriosa.

Procurou Ronaldo o prefeito que ele ajudou a eleger, cuja contratação para a campanha não justificava dez por cento de seu valor; tudo para ajudar Adauto a ganhar a eleição. Ao visitá-lo na prefeitura para contar sua situação, a instituição, o mito Ronaldo Mendes recebeu um sonoro “NÃO” como resposta. Apesar da grande expectativa da sociedade que recaia sobre a possibilidade de Ronaldo Mendes, de entrar na prefeitura junto com o prefeito, o que não ‘se assucedeu’. Ronaldo, veterano de guerra dos bastidores da política, diante da negativa de Adauto resolveu que disputará pleito eletivo.

Filiado ao DEM, em aparição ao lado de presidente do partido nos últimos dias, Ronaldo antecipa o pleito e já se diz candidato a vereador em 2020 com o democrata João Brito. Se por um lado um valoroso quadro como Ronaldo não é valorizado, por outro, Adauto só vai ter votos para os seus deputados de seus quadros técnicos, estes que ingressaram com ele na prefeitura, que desconhecem a política como o próprio Adauto e que não têm votos. Os políticos que acompanharam Adauto já estão todos em uma  “Embaixada” oposta, amolando suas peixeiras para operar Adauto nas urnas de 2018 que, apesar dele dizer que não será candidato em 2020, Já tem gente dele que gosta mais de política do que ele, de olho nessa vaga.

Adauto que antes da campanha dizia que não “comia reggae” de ninguém, que não era de barganhar, que não aceitava pressão, tá cedendo à tentação da política, e colocando em seu governo gente desqualificada no atacado, enquanto os qualificados que lhe apoiaram, dentre eles Ronaldo Mendes caminha para o paredão da misericórdia para, em batalha pela sobrevivência, rogar o pão de cada dia.

Você pode não gostar de Ronaldo por qualquer motivo, menos por falta de competência.

 

 


| 23 comentários em VOZ DE RONALDO QUE AJUDOU NA CAMPANHA É TROCADA POR VOZ de LOCUTOR DESCONHECIDO


ADAUTO, ENGESSADO PELA INABILIDADE POLÍTICA, NEGA AUXÍLIO A POLÍCIA E CRIMINALIDADE EM ITORORÓ PODE AUMENTAR

 

POLICIA

Milton Marinho

 

Diante do caos que anda a segurança pública no país, Itororó de prefeito novo, que se elegeu com a bandeira da decência inicia seu governo sem nenhum apetite em ampliar ajudas à instituições que dependem do estado e que, a presença do estado nos municípios deixa a desejar. O prefeito Adauto, que apesar da crise, chora miséria e corta ajudas essenciais para que a polícia melhore seu desempenho em favor da sociedade. O homem entrou e botou um escorpião e uma lacraia em cada um dos bolsos.

Segundo fontes, Adauto espera assinatura de convênio com a Secretaria de Segurança do Estado para confirmar ajuda a polícia num futuro ainda sem data. Enquanto isso, a delegacia carece de material de escritório, material de limpeza, aluguel, gasolina, alimentação e zeladora para dar cabo da atividade e, com isso, colher melhor desempenho. Parece que não, mas a recusa da ajuda da prefeitura à corporação, limita o raio de ação da polícia no combate ao crime da cidade, enquanto as ocorrências tenderão a aumentar.

Segundo informações, o ex-prefeito Marco Brito manteve estas ajudas na sua integralidade até o mês de outubro, e com parcialidade até o fim de seu mandato. Imaginamos que num governo “decente” como o de Adauto essa ajuda fosse triplicar. Se deu o contrário.

O bom senso indica para um bom gestor, detentor e gerente do dinheiro do povo, que a ele requer melhor zelo pelo povo sem fazer concessões, por mais que a lei lhe imponha regras contrárias. Se a lei está engessando o governo para melhorar o andamento da vida em sociedade, que Adauto mude as leis ou baixe decretos da mesma maneira que se faz para nomear pessoas de seu interesse pessoal. Enquanto isso, a lei, que nasce das necessidades do povo, e não são postas em voga, a vida em sociedade deve ser remediada pela ação política. E vontade política é o que mais falta em Adauto para tocar o barco.

Adauto precisa elencar prioridades em seu governo.  Segurança, Saúde, Educação; senão vai governar contra a sociedade.

 


| 12 comentários em ADAUTO, ENGESSADO PELA INABILIDADE POLÍTICA, NEGA AUXÍLIO A POLÍCIA E CRIMINALIDADE EM ITORORÓ PODE AUMENTAR


PÚBLICO COMPARECE para prestigiar A CULTURA COM AS OBRAS DE GLAYSON ROCHA

 

 

 

AA GLAYSON

A GLAYISS

Milton Marinho

 

O final de semana foi marcado pela inauguração da Galeria Glayson Rocha que contou com a visita de vários artistas, políticos e amigos do artista. Dentre eles, o cineasta Zelito Viana e sua esposa Vera de Paula, o prefeito Adauto e a primeira dama Cláudia, o ex-vereador João Brito e seus parceiros de cantoria, Iago Melo, Netinho e Joacy.

Ao abrir sua galeria em local estratégico, espaço do amigo e apoiador Jean do Jan Mares,  Glayson, preocupado com o futuro da arte e seu mercado, propõe ao público da cidade e da região a abertura de um novo olhar da sociedade fixa dos moradores da cidade e flutuante dos turistas que encontrarão um ponto de arte para visualizar o mundo sob uma perspectiva diferente.

Glayson está disposto ao enfrentamento desse desafio, e preparado para receber as mais diversas encomendas para quem quiser tornar suas casas, ambientes ou seus espaços público/privado, de dimensões que vão além da decoração de paredes, espiritualmente mais relaxados e esteticamente e mais aconchegante e aprazível.

Esperamos que a comunidade da região e do Brasil, comece a apreciar e adquirir o trabalho desse grande artista.

Com certeza, Glayson Rocha com seu trabalho deixará a vida do brasileiro com mais sentido e mais bela.

 

Veja fotos no Leia Mais:

Leia Mais


| 2 comentários em PÚBLICO COMPARECE para prestigiar A CULTURA COM AS OBRAS DE GLAYSON ROCHA


GOVERNO DE ADAUTO PERMITE QUE EMPRESA LIGADA AO CHEFE DE TRIBUTOS GANHE LICITAÇÃO DE ALIMENTOS

a licitaçao

Milton Marinho

 

Uma das piores coisas que poderia acontecer num governo, cuja proposta inicial,que fora para ser concebido sem pecados, a governabilidade de um município, e que, ao iniciá-lo, os pecados da injustiça e da imoralidade estão abarrotando e cobrindo com frequência os seus desígnios, maculando não só a proposta, mas enxovalhando em pouco tempo de governo a crença de um povo que o novo governo seria um divisor de águas na política de Itororó, e que nada mais seria como antes, não está se assucedendo. O que vemos, é que tudo será como sempre foi. A propósito, a empresa que ganhou a licitação de alimentos do novo governo, carrega em seu nome fantasia o homônimo de seu coligado: Mercadinho Bakana. Além disso, nota se claramente, que a mesma foi constituída três dias antes da licitação em que concorrera.

Com a determinação da continuidade do modo de governar de Adauto em relação aos seus predecessores, trocamos alhos por bugalhos e mudamos de pau pra cacete. Portanto, sem parcimônia nenhuma Adauto, cria no agrupamento que gravita em torno de seu umbigo, a ampliação da elite financeira que esteve com ele na campanha, em detrimento da não participação da classe comercial mais carente, esta que encontra barreiras para poder participar do grande bolo democrático prometido em campanha e que, piamente acreditamos.

O exacerbado legalismo de Adauto propõe, por outro lado, a sua imoralidade mais aviltante, do ponto de vista do que foi dito nos palanques onde o 45 bombou. O Adauto que nos fez entender que não negociava princípios virou um comerciante varejista do ramo sem igual. Se a câmara de vereadores e a sociedade fizerem vistas grossas para o que está acontecendo, a prefeitura vai abrir, em sua política de governo, várias filiais do produto por ele revelado:

Giuseppe Tomasi di Lampedusa (Palermo23 de dezembro 1896 — Roma23 de Julho 1957) foi um escritor italiano. Entre as suas obras conta-se o (O Leopardo) sobre a decadência da aristocracia siciliana que a única mudança permitida é aquela sugerida pelo príncipe de Falconeri: tudo deve mudar para que tudo fique como está; frase amplamente divulgada em todo o mundo, caindo bem para o nosso “GOVERNO DA CIDADANIA” de Adauto.

Quero deixar claro que, o “inocente útil” Val Bakana é quem menos deve no cartório da imoralidade do trato com a coisa pública. O maior devedor é o prefeito Adauto que construiu para seus eleitores rios de transparências e ribanceiras de decências, em contraponto aos governos passados, que pela presunção da inexperiência, o povo daria um desconto, se acaso Adauto viesse de errar em alguns setores da administração, porém no quesito mais importante, aquele que deu a ele a eleição de graça, a moralidade, ele não podia falhar.

Quanto ao Val Bakana, o “coitado” só se deu ao luxo de lutar por aquilo que sempre fora o seu sonho de consumo e que, melhor do que Marco Brito, com Adauto foi amplamente realizado.

Com isso, conclui-se que a cidade de Itororó pode faltar tudo; água, Abatedouro Municipal, Iluminação, calçamento e justiça social, mas nunca haverá de faltar na repartição pública, ações ligadas à política do nosso frutífero e eterno pomar de laranjas.

 

 


| 64 comentários em GOVERNO DE ADAUTO PERMITE QUE EMPRESA LIGADA AO CHEFE DE TRIBUTOS GANHE LICITAÇÃO DE ALIMENTOS


Itororó muda, não muda!

 

a dauto 2

Luciano Carvalho.

 

Uma cidade onde o governo não prioriza a saúde, não prioriza a iluminação pública, não prioriza a segurança pública, não prioriza a educação pública, não prioriza os serviços de infraestrutura das ruas é um governo omisso ou incompetente para cuidar das coisas básicas e fundamentais que possam gerar o mínimo de dignidade humana na vida em sociedade.

Pois bem, desde o poio em massa nas urnas que a Frente cidadã, hoje “governo da Cidadania”, não trabalha em prol dos cidadãos: o que se ver é um palácio de pompa onde o bisturi corta na carne do cidadão os direitos e garantias fundamentais no estado mínimo de aplicação dos recursos públicos com a sociedade.

Itororó já caminha para mais de 46 dias de governo e nada de novo, o governo até tenta se justificar, mas peca piamente em sua politica de austeridade onde tira do pobre para fortalecer cada vez mais os ricos.

Até agora o que se ver é que a prefeitura se tornou o Palácio dos ricos e poderosos da cidade, a “República do Queijo e Vinho” só favorecem algumas poucas famílias ditas tradicionais de economia agropecuária ou da antiga cultura cacaueira.

O governo se acerta com os antigos poderosos, pois acha que esses se corrompem menos que os pobres famigerados que entram na prefeitura em busca do “Eldorado” e da prosperidade sem trabalho árduo.

Politicas sociais nesse governo serão coisas raras, pois para um governo que pensa que os seus servidores são acomodados e a população corrupta porque vota de maneira errada e se comporta de forma deselegante não faz jus a meritocracia da oligarquia da “Frente cidadã”.

O tempo passa, o tempo voa e Itororó continua a passos lentos sem vontade alguma de sacudir a poeira e dar a volta por cima. É hora de trabalhar! O povo já não sabe mais que desculpas criar para a ociosidade desse governo “roda presa”.

 


| 19 comentários em Itororó muda, não muda!


LUÍS SÉRGIO RAMOS UM ÍCONE ESQUECIDO NA CULTURA DE ITORORÓ

 

Sérgio Ramos

Ualison Damasceno

 

Luís Sergio Ramos cidadão Itororoense formado em teatro pela (UFBA), Universidade Federal da Bahia, este é apenas o inicio de uma pessoa apaixonada pelo teatro, famoso em toda região por ser um dramaturgo premiado em diversos trabalhos, principalmente na capital baiana onde oficializou essa paixão cultural.

Mais quero falar do Sergio em Itororó, esse que trouxe por diversas vezes a alegrias de crianças e jovens com suas peças teatrais abrindo a mente dos cidadãos para uma cultura tão presente na nossa terra. Muitos anos na capital trabalhando com peças teatrais; o retorno como sempre marcante de Sérgio em Itororó foi em 2008 dirigindo uma oficina teatral com mais de 70 pessoas numa temporada de seis meses para inaugurar um sonho em nossa cidade, a Fundação Cultural Cabana da Ponte.

Sérgio, como sempre, brilhante e perfeito em tudo o que faz; isso é do conhecimento de todos. Seguia Sérgio num grande espetáculo com a peça “todos os dramas do mundo” dando o retorno da cultura nesta humilde cidade que vivia tempos de tristeza nesta área, englobando ali, uma juventude assídua e ao mesmo tempo carente pelo teatro.  E assim se foi peças, grupo de dança, cinema, música e muito mais. A cultura tinha surgido de forma plausível, renascida das cinzas de william Shakespeare, tornando assim  um calendário nos fins de semana em Itororó.

Sérgio Ramos tornou-se secretário de cultura na então gestão do prefeito Adroaldo que durou até o ano de 2012, dando assim uma ênfase no que era de direito dele, contribuindo com os seus conhecimentos e doando a parte de si por nossa querida Itororó.

Só temos a agradecer a Luís Sergio Ramos pela parcela de trabalho feito em nossa cidade, em especial na cultura, pois, infelizmente, ele não foi reconhecido por demais governos municipais, ao contrário do prefeito de Curaçá, que soube aproveitar o talento e conhecimento de Sergio levando ele para assumir a cultura de uma cidade histórica.  E está Itororó até hoje a ver navios, deixando assim a plateia triste e o palhaço sem graça. Será até quando Itororó ficará sem cultura? Precisamos agir, pois, os jovens não podem ficar a mercê de um mundo rebelde.

A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte!

Tenho certeza que esse também é o lema de Luís Sergio Ramos.

 

 


| 4 comentários em LUÍS SÉRGIO RAMOS UM ÍCONE ESQUECIDO NA CULTURA DE ITORORÓ


Página 30 de 80« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »