WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Geral

Steve Bannon decide se entregar à Justiça nos EUA e será preso na segunda-feira

247 / Steve Bannon e a invasão do Capitólio (Foto: Reuters)

247 – O ex-assessor de Donald Trump, Steve Bannon, deve se entregar à Justiça dos Estados Unidos nesta segunda-feira (15). A informação é da emissora MSNBC. O guru de Trump, Bolsonaro e de toda a extrema-direita global é  alvo de um mandado de prisão por duas acusações de desacato no Congresso norte-americano.
Bannon foi formalmente denunciado pela justiça dos Estados Unidos por desacato ao Congresso, informou o Departamento de Justiça norte-americano na sexta-feira (12). É a primeira vez em 38 anos que alguém é indiciado por essa acusação nos EUA.

O procurador-geral responsável pela ordem de prisão contra Bannon trata-se de Merrick Garland. Ele tem sido alvo de forte pressão política. O ex-assessor de Trump foi convocado por uma comissão do Congresso para prestar depoimento sobre o ataque de apoiadores do ex-presidente ao Capitólio no dia 6 de janeiro. Contudo, Bannon se recusou a ir, alegando “privilégio executivo”, mas ele não ocupa cargo na Casa Branca para ter essa prerrogativa. “Bannon, ex-estrategista-chefe e conselheiro do presidente, é cidadão particular desde que deixou a Casa Branca em 2017”, afirmou o colegiado no Congresso.

Cada acusação de desacato ao Congresso norte-americano pode render a Bannon entre 30 dias a um ano de prisão, além da multa de US$ 100 a US$ 1 mil. O juiz determinará a sentença depois do julgamento do caso. A data do julgamento ainda não foi definida.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar