WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Itororó

Por Doutor Lopes: HELIO AGUIAR MORREU APÓS FAZER ELETROCARDIOGRAMA NA CLÍNICA DE DR. ADAUTO – QUEM DEVE SER RESPONSABILIZADO POR ESSA MORTE?

Florisvaldo Lopes Gonçalves: Advogado e ambientalista

 Por Dr. Lopes:

Dia 16 de julho de 2019, estive no Rio do Meio, onde falei com o dona Selma, cunhada e Ney Aguiar, irmão de Hélio Aguiar. Quando me foi dito por eles, que no dia da morte Hélio, há mais ou menos 15 dias, ele foi levado por Emilson, genro do falecido, com dores no peito, sintoma de infarto, na parte da manhã, até o consultório de Dr. Adauto, onde foi feito um Eletrocardiograma, pela irmã do médico;  já que o “cardiologista”, como prefeito estava na prefeitura, e com o ECG em mãos Hélio Aguiar foi conduzido ao hospital de Itororó. Dr. Mauricio, médico plantonista, o atendeu e mandou para casa, ato contínuo, a filha, dona Nádia, esposa de Emilson, ao chegar da faculdade meia noite, ainda mediu a pressão do pai, seu Hélio, estando 13/08, pela manhã do dia seguinte, foi constatado que Hélio Aguiar, que residia na casa de Emilson, estava morto.

Quem deve ser responsabilizado? Eis a pergunta que não quer calar.

Por que Dr. Adauto não deu atenção devida ao caso, em consideração ao fato de ser Hélio Aguiar sogro do filho de seu vice prefeito, determinando que fosse feito no mesmo dia, um Ecocardiograma, com Dr. Nilton?

Aliás, segundo consta Dr. Adauto nem verificou o resultado do Eletrocardiograma feito por sua irmã, e  funcionária, antes de ser encaminhado ao hospital de Itororó, para o médico plantonista, Dr. Mauricio, ou verificou?

Paciente pobre e vulnerável, não merece a atenção do grande “cardiologista” sem Residência Médica. O histórico de morte de seus pacientes é triste, só pobres e vulneráveis.

Eu acho, que Dr. Adauto, poderia ter encaminhado o infartado para um cardiologista de verdade; Dr. Nilton, por exemplo. Para salvar a vida do homem.    

Por que Emilson, como genro, e as filhas do falecido não acionaram o MP para que as responsabilidades fossem apuradas? A vida humana é sagrada, ou, em Itororó, gente pobre e vulnerável, não é?

5 Comentários

  1. Toma vergonha e respeite o sofrimento da familia, Dr Lopes.
    É uma falta de respeito usar a dor de uma família para fins políticos. Respeite o luto de quem está sofrendo!

  2. Estou como o físico Oppenheimer : ““Antes da sua apresentação, eu estava confuso sobre esse tema. Continuo confuso, agora num nível mais elevado” Deve haver uma apuração rigorosa entre causa e efeito

  3. Um dia todos nós vamos morrer, se chegou o dia dele ninguém é culpado, foi uma fatalidade.
    Quem pediu o eletrocardiograma foi Dr. Adauto ou Dr. Maurício? Antes de alfinetar e jogar pedra apure o caso, a morte não é caso de sensacionalismo pra Lopes está tripudiando.
    Respeite a dor da família, no momento de sua dor todos lhe respeitaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar