WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Cultura

JOSÉ RUBEM SANTOS ALVES UM FUZILEIRO NAVAL DE ITORORÓ

Por Miro Marques

 

Quem vê hoje o belíssimo Bairro de Jequiezinho modelando com grande estilo urbanístico parte da progressista Jequié, conhecida na Bahia como Cidade Sol, não acredita que ali, um dia, foi um minúsculo vilarejo bem distante do centro daquela metrópole sertaneja. Pois, foi naquele povoado que, no dia 19 de março de 1938, nasceu o quarto rebento de Matias Alves Filho, o primeiro de um novo casamento com Dona Arlinda Santos Alves que levado a pia batismal confirmou o nome de José Rubem Santos Alves

Decorria, então, o ano de 1942, quando Seu Alvino e Dona Arlinda resolveram vender a pequena propriedade rural que possuíam encravada lá no cerrado do sertão da Jiboia, para aventurar uma melhor qualidade de vida no município de Itapetinga a 2 KM da cidade de Itororó. Ali nasceram mais 5 filhos do casal: Gilvan, Gilton, Gileno, Gilda e Genário que somados a Vivaldo, Wilson e Humberto Ferreira Alves frutos do primeiro casamento de Seu Alvino e mais José Rubem, o primeiro do segundo enlace matrimonial, totalizava uma prole de oito homens e uma mulher. Rapaziada entusiasmada, boêmia e farrista, todos bem afinados na cantoria, faziam a alegria da juventude da época nos bares e botequins.

Em 1945 José Rubem começou os seus estudos na Escola Humberto de Campos com as professoras Aurora Valadares e Lia e ali completou o Curso Primário. Ingressou na Escola de Admissão do professor Oscar Brasil e se habilitou ao Curso Ginasial, mas não chegou a cursar nenhuma disciplina dessa matéria.

Querendo provar sua habilidade como caxeiro lojista, assinou contrato para prestar serviço de balconista com a loja de tecidos do Sr. Adauto Lima e depois de algum tempo também trabalhou no armazém de produtos diversos do Sr. Amorim Magalhães.

Em 1956, influenciado por alguns colegas que resolveram servir à Pátria, o jovem José Rubem, ruma-se para o Rio de Janeiro a fim de ingressar nas Forças Armadas Brasileiras, na Corporação de Fuzileiro Naval, onde permaneceu por quase 6 anos. Durante o período em que ocupou espaço como Fuzileiro Naval, o jovem baiano de Itororó, José Rubem Santos Alves, cumpriu rigorosamente, todas as tarefas que lhe foram confiadas pelo Comando Geral da Cavalaria, tendo se afastado a contragosto da Corporação, porém, saiu portando algumas homenagens como reconhecimento da sua bravura e heroísmo em defesa do seu País….

Em 1961 retorna a Itororó para cuidar da pecuária leiteira dentro da Fazenda Mira Bela, propriedade dos seus pais, pois, isto muito lhe fascinava. Logo buscou dar melhor rusticidade e ganho de peso e leite ao seu seleto rebanho fazendo Curso de Inseminação Artificial pela Fazenda Cabana da Ponte Agropecuária Ltda., Curso de Treinamento de Vaqueiro e Bovinocultura de Leite pela EMATERBA e também Treinamento de Mão de Obra pelo SENAR/EMBRATER.

Em 1963 conhece a jovem Edinalva Andrade Alves por quem se apaixona e resolve, com ela, construir uma sólida família, o que aconteceu no mês de julho do mesmo ano. Desta relação amorosa nasceram dois varões e quatro varoas: Laerte, Matias Neto, Jaqueline, Lígia, Adriana e Caroline Andrade Alves que lhe deram garbosos netos.

Na sua labuta junto à sociedade itororoense, experimentou varias posições sociais. De 1989 a 1992, na primeira gestão do Prefeito Edineu Oliveira dos Santos, foi Secretário Municipal de Transporte.

Em 1996, na administração do seu irmão, Prefeito Gilton Antonio Santos Alves, foi mais uma vez, nomeado Secretário Municipal de Transporte.

Como bom desportista também foi Presidente da LADI – Liga Amadorística de Desportos Itororoenses.

Hoje, com a família criada e bem sucedida na vida, de cabeça erguida, na mais absoluta certeza do dever cumprido, achou melhor vender suas propriedades em Itororó e transferir residência para a metrópole do Sertão da Ressaca onde pudesse curtir o salutar clima do Planalto Conquistense, na belíssima Vitória da Conquista, junto a outros  membros da sua numerosa e respeitada família…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar