WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Cultura

A Bíblia: Por Almir Portela

ALMIR PORTELA

Vou tentar traduzir este fato ocorrido numa cidade do interior de Santa Catarina, transformando em causo.

Vamos lá, mora nesta cidade um casal, o Sr. Hermes e D. Edwirgens, são pessoas simples, bem quisto, e bem conhecido de todos moradores, quando em um belo dia D. Edwirgens tinha saído o centro da cidade fazer compras, ela como é bastante conhecida, conversa com uma amiga e mais outras, com isso se envolveu o tempo, que quase esquecia o que ia fazer, saiu as 07h00 e voltou 11h30, como ela é prevenida, o almoço já esta pronto, e meio dia, sua família estava almoçando, ela é uma mulher que dividi o dia com as tarefas domesticas, sua casa parece coisa de cinema, toda arrumada e cheirosa, vira uma fera quando seus filhos tiram qualquer coisa do lugar, agora vamos falar do Sr. Hermes, ele é um homem fácil de fazer amizade, fala baixo demonstrando sua educação que herdou dos seus pais, ele e D. Edwirgens vivem na maior tranqüilidade, sem brigas ou discussão e assim vão levando por mais de trinta anos, ele gosta de presentear sua esposa sempre em datas comemorativas, ou em alguma oportunidade que ele quer agradar a sua amada, apareceu em sua casa um vendedor de livros, que nesta época era normal, hoje com evolução e comodidade os vendedores de livros perderam espaço para a internet, voltando ao vendedor, chegou de mansinho e mostrou seus produtos para séo Hermes, com a famosa conversa de vendedor, convenceu séo Hermes a comprar uma Bíblia, dizendo que ela unia a família, tornando-a em amor todos os moradores daquela residência, séo Hermes comprou, pôs uma dedicatória e esperou D. Edwirgens chegar do mercado para entregá-la, e assim o fez, e ela assustada perguntou para ele o que era aquele livro, ele explicou que era uma Bíblia, o livro que unia as famílias e pregava o amor, D. Edwirgens zangada com suas explicações, disse que não queria aquele presente, e que ele desaparecesse com ela.

Moral.

O livro que traria o Amor transformou-se no livro da discórdia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar