WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Geral

CAUSOS E FATOS POR ALMIR PORTELA

LEMBRANÇAS

Nas ultimas noites venho sonhando com o meu pai, já foi citado em meus causos. Ele gostava de nos divertir, chegava da labuta e mesmo cansado ele dava atenção a todos os filhos, pra ser exatos seis, ele era formado na universidade da vida, nuca foi em uma escola, mas tudo que ele sabia passa pra gente, educação, honestidade e respeito, o tenho como meu anjo da guarda juntamente com meu avô, esse então não era fácil, como ele tinha uma carpintaria perto da nossa casa, minha mãe mandava eu e minha irmã chamá-lo para almoçar, ele tinha um dom através de orações que eu achava maravilhoso, ele às vezes brincava comigo e minha irmã, nós inocentemente chegávamos à oficina, e ele simplesmente ficava invisível, a gente procurava ele por todos os cantos e nada do vovô, depois de uns vinte minutos, ele aparecia e falava tudo que fizemos, ou seja, mexemos nas ferramentas tais e tais e que quase pisamos nele, ele pegava um galho de folhas verdes e com suas orações sumia como éramos pequenos e não entendíamos nada riamos um bocado e tudo terminava em “festa”, meu pai sabia de algumas coisas que aprendeu de meu avô, mas nunca levou a sério, se eu tivesse noção da força do que meu avô sabia, eu gostaria muito de aprender, ele sabia até o dia que ia morrer, ele estava sentado na casa de meu tio em Eunápolis, encostou sua cabeça sobre a mesa e adormeceu para sempre, quando o pegaram para prepara para o seu sepultamento, encontraram do bolso de sua camisa um bilhete que ele tinha escrito com mais ou menos dois dias, explicando como seria seu sepultamento. Já o meu pai usava muito a premonição, certo dia meu tio que morava em Vitória da Conquista, sabia que meu pai sempre se consultava então meu tio convida meu pai para ir com ele até Conquista, pois lá tinha um homem famoso que tratava de seu problema, com muita insistência meu pai foi. Meu tio quando chegou a Conquista falou para o meu pai que não falasse nada de mal para o “Curador”, pois ele sabia de tudo, meu pai falou pra meu tio que esse cabra não valia nada, e começou a xingar, dizendo que era um charlatão e que nesse dia ele não iria atender ninguém, meu tio duvidou, pois bem, chegando no local viram fechada e sem movimento, meu tio curioso, perguntou a um vizinho o que estava acontecendo e porque a casa de “Pai X” estava fechada, o vizinho explicou que o “Pai X” chegou cedo abriu as portas e quando ia atender a primeira pessoa, sentiu um mal súbito e foi levado para o hospital, ai meu pai falou para meu tio.Acredita em mim agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Fechar