WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
GeralPolítica

ADAUTO ALMEIDA UM NOVO CONCEITO DE GESTÃO E JUSTIÇA FISCAL: POR LUCIANO CARVALHO

A governabilidade da gestão do prefeito Adauto Almeida em seus dois anos de governo tem se pautado no “princípio da capacidade contributiva, ou seja: O princípio da capacidade contributiva é baseado em um conceito econômico e de justiça fiscal. Tem como alicerce a busca de uma sociedade mais justa e igualitária, impondo uma tributação mais onerosa para aqueles de detêm uma maior concentração de riquezas”.
Taxar os açougueiros donos de boxe na feira nada mais justo do ponto de vista da justiça fiscal em um modelo econômico pautado no desenvolvimento social do município.
É plausível a medida adotada pelo governo da Cidadania, uma vez que a atividade comercial da carne do sol gera lucros e riquezas para os comerciantes, portanto, devolver aos cofres públicos uma pequena parte desses lucros em forma de impostos e desonerar gastos do município com energia elétrica fornecida de graça aos comerciantes da carne do sol nos boxes da feira é medida coerente para o desenvolvimento com infraestrutura e manutenção da coisa pública.
Os relógios de energia elétrica individuais para os boxes na feira é medida justa, uma vez que todos em sociedade devem contribuir para o desenvolvimento da sociedade. A politica da corrupção não é uma marca desse governo e tal medida adotada pelo governo da cidadania é legitima e busca o bem do município e não a velha troca de favores na capitação de votos.

Luciano Carvalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar