WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Política

PSDB: AÉCIO E CAIADO FORAM BARRADOS POR MADURO‏

pp

Fabiola Ferrero:

247 – Fracassou, até aqui, a missão política e diplomática, nas palavras do presidente do PSDB, senador Aécio Neves (PSDB-MG), com o objetivo de “libertar” a Venezuela. O PSDB divulgou, no início da noite desta quinta-feira 18, novas imagens do quiproquó internacional.

“O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, e parlamentares da comissão especial do Senado, em Caracas (Venezuela), após terem sido impedidos de se deslocarem até presídio onde líderes da oposição do país são mantidos presos pelo regime de Nicolás Maduro”, diz o texto que acompanha as fotos dos parlamentares em Caracas.

Os senadores afirmaram pelo Twitter terem sido “atacados” por manifestantes na estrada, que gritavam “Fora, fora. Chávez não morreu” e batiam na van que os levava. Segundo eles, o ato foi uma “agressão” ao Congresso Nacional.

Os senadores tentavam visitar Leopoldo López, líder da oposição ao governo de Nicolás Maduro, que está preso na Venezuela. Segundo o relato de Aécio, Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Aloysio Nunes (PSDB-SP), a van foi impedida de viajar e, voltando ao aeroporto da capital, o encontrou fechado.

“Depois de quatro horas de espera, finalmente nossa comitiva sairá em direção ao presídio Ramo Verde, onde está preso Leopoldo López”, escreveu depois Aloysio Nunes. “O túnel que dá acesso ao presídio está fechado. Motivo? Está sendo lavado. Isso impediu, de novo, nossa viagem. Voltamos ao aeroporto”, diz a mensagem posterior, publicada às 17h50 (horário de Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar