WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ItororóPolítica

SÓ RESTA AO VEREADOR GUSTAVO PREPARAR SUA SAÍDA DO PT‏

GUSTAVO FOTO

Depois de longos dois anos se preparando para ser o candidato do PT, com uma performance positiva nas últimas eleições estaduais, onde, em Itororó, deu 1760 votos ao deputado Antônio Brito casado com Rosemberg  Pinto, o vereador Gustavo está com os dois pés fora do PT. Na segunda-feira passada, o vereador esteve em reunião com o deputado Rosemberg e a cúpula do PT itororoense, para discutirem a unidade do partido. Porém, ali, os manda-chuvas do partido concluiuram que o nome mais credenciado para fazer a disputa em 2016 ainda era o nome do ex-prefeito Adroaldo Almeida.

Daí, a reunião da unidade “entrou água”, e o que era uma reunião para unir todos os quadros ativos do PT, especialmente, o vereador Gustavo, com a decisão do partido apoiar Adroaldo, tudo foi por água abaixo.

Gustavo, que vinha tendo seus pleitos negados pelo partido, via sua saída como algo já esperado; agora, é mais um pré-candidato prestes a deixar a legenda petista e partir em busca de outra que lhe dê guarida.

Quanto ao PT, está se desenhando algo de previamente anunciado: uma espécie de inanição do partido com várias perdas em seus quadros que, com a saída do vereador Gustavo, Adroaldo ficará cada vez mais isolado dentro da legenda, até porque, as dificuldades de composição com os partidos fora da base do governo são visíveis e, qualquer iniciativa do ex-prefeito de tentar recompor essas perdas, (por essa via) terá ele, um sonoro “NÃO” como reposta.

Coisa que não existiu quando Adroaldo era o governante; o rio corria para o mar, e o mar ostentava uma onda de partidos com vereadores dando nas canelas, jamais vistos em uma coalisão; o mar agora sofre os males de seu refluxo, e o PT de Itororó, deverá ir para as próximas eleições, mais abatido do que nunca, diferente de seu início que, mesmo sem votos, era alimentado pela chama da esperança. Como diz o outro: quem planta, colhe.

Gustavo já conversa com a FRENTE CIDADÃ de Adauto, no sentido de unir forças para se consolidar como a alternativa mais viável do município.

Marco Brito, o prefeito, é um dos principais interessados neste desmanche petista, mas, por outro lado, o vereador Gustavo, vitorioso em suas batalhas pode definir um novo rumo para Itororó com a FRENTE CIDADÃ de Adauto e Alfredo Ruy. Na política, é preciso contar com essa astúcia.

O que sabemos com certeza é que, Gustavo saindo, ele quebra as pernas do PT.

Gustavo deve agora se preparar para uma batalha na justiça eleitoral para viabilizar sua transição partidária, transição essa, que o PT não vai deixar barato. Porém, nada que não seja possível de viabilizar sem o terrorismo das punições da fidelidade partidária, Gustavo como colaborador do partido tem sido extremamente segregado dentro dele, sofrendo grave discriminação face aos resultados obtidos para a manutenção e sustentação do partido como oposição na cidade.

A propósito, a senadora Marta Suplicy, saiu do PT, critica Dilma pra ver doer, dá todo dia uma banana para seu ex-partido, e vai ser candidata pelo PSB em São Paulo.

É claro que o partido dos Trabalhadores, interessado, pode pedir, perante a Justiça Eleitoral, a decretação da perda de cargo eletivo em decorrência de desfiliação partidária sem justa causa. Por outro lado, vale lembrar que Gustavo pode vir a se enquadrar nos casos de uma saída por justa causa. E, o que pode ser considerado justa causa?

O que reza na lei sobre a saída por justa causa:

( incorporação ou fusão do partido;

  1. II) criação de novo partido;

III) mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário;

  1. IV) grave discriminação pessoal. (…)”

Com efeito, tem-se que essas “justas causas” devem ser muito bem demonstrada pelos políticos que exercem cargo eletivo, não podendo simplesmente, para satisfazerem interesses pessoais, talvez, com o único intuito de terem mais visibilidade política em outro partido, se desfilarem do partido em que concorreram ao pleito eleitoral que obtiveram êxito.

Deve-se destacar que a mera “insatisfação”, face às decisões do partido não pode ser condição ou/e argumento a ser utilizado com forma de burlar os mandamentos legais, pois tais situações devem ser consideradas como acontecimentos naturais da vida cotidiana política…

Urge esclarecer também, que “grave discriminação pessoal” é aquela em que transforma o filiado em alvo de insuportável segregação dentro do partido. Caso específico do vereador Gustavo.

Os partidos políticos não podem ser utilizados como meros “hospedeiros” de políticos que possuem o claro intuito de apena utilizá-los para se favorecerem na campanha eleitoral.

Ademais, os políticos devem sempre zelar pela vontade de seus eleitores que confiaram em suas ideologias de trabalho e com a ideologia e estratégia de governo de sua agremiação. O mandato eletivo deve ser coerente com o que foi apresentado durante a campanha eleitoral e deve ser respeitado até o final de deu mandato.

O caso de Gustavo, em sair do Partido dos Trabalhadores, não se configura por infidelidade partidária, ao contrário, o partido é que tem sido infiel a ele, quando, insistentemente, vem lhe negando pleitos plausíveis de atendimento ao ponto do líder petista Adroaldo, aborrecido com a ideia de ceder espaços no partido para o crescimento do vereador, chegou ao ponto de lhe mostrar a porta de saída da legenda.

Enfim, a política de Itororó, que sempre começou antes do início, tem tudo para terminar depois do fim.

E viva o povo brasileiro.

 

Milton Marinho

9 Comentários

  1. Milton,parabéns pelo texto, vc escreve muito bem! Gustavo, vc faz muito bem em sair dessa corja imunda,… As pessoas de bem não podem permanecer nesse grupo.

  2. Quem concorre eleição é quem tem voto manda ele sair condidato a vereador dinivo para ver quantos votos ele tem em Itororó 3 tem votos Marco pq esta com a maquina na mao Adroaldo e Edineu : Antonio Brito teve os votos que teve Valfrido em Rio do Meio deu 600 votos e Itororó teve Léo Gás e outros não foi Gustavo sozinhos , e tem mais ele está sem moral com Antonio Brito.

  3. Ui, quero é mais ver este PTezinho de merda de Itororó se lascar!!
    Cambada de nariz empinado, bando de forasteiros que se achamm!!
    Colocar Silvino lá de novo?P pegar nosso dinheiro e colocar na conta da amante?
    Fora PT, fora PT!
    Marco Brito de novo no coração do povo!!

  4. Porque não Dr Adauto, marco brito é uma boa pessoa mais deixa o município nas mão dos seu secretários ( silvio e jonildo) que sao preguiçosos e não sabem gerir o município.

  5. esse ae fudeo com a familia tao tudo quebrado. se pra vereador acbou com tudo imagine pra prefeito kkkkk…sera candidato a vereador de novo??? vai arrumar 200.000,00 mil onde???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Fechar