ap

POLÍTICOS DO SUL DA BAHIA

Em Firmino Alves os professores da rede municipal continuam em greve e o prefeito Lero Cunha (PSB) decidiu cortar o salário. Por conta disso os professores realizaram uma assembleia e decidiram realizar pedágio na BR415 para arrecadar dinheiro.

“Não negamos a reposição das aulas, mais mesmo assim fomos punidos com descontos em nossos salários, deixando-nos numa situação delicada financeiramente, temos despesas fixas, e não contávamos com a insensibilidade do Prefeito e Secretária da educação. Vamos buscar na comunidade, nos municípios vizinhos, na pista (fazendo pedágios), rifas, bingos e outras formas de arrecadar dinheiro, para quitarmos pelo menos uma parte de nossas dívidas”, declarou uma professora.

A secretaria de educação informa que não pode conceder o reajuste do piso nacional, pois se isso acontecer o município ultrapassa o 82% do Fundeb com professor.